sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

P19: A Operação Cozido à Portuguesa!

.
.

Vou então desvendar um segredo!
A operação Cozido à Portuguesa começou a ser delineada ainda na Guiné e muito especialmente no destacamento de Mato Cão.
Fizeram-se várias experiências, sobre o modo se deveria desenrolar o banquete e a fotografia acima é a prova fotográfica do que aqui afirmo.
Na referida fotografia podem ver-se combatentes, (a fazerem as vezes de ex-combatentes ou camarigos, como quiserem), reunidos à volta da mesa, fazendo apreciações sobre um hipotético Cozido à Portuguesa!
Claro que depois de tão aturados planeamentos e até execuções práticas, só podemos prever que a operação Cozido à Portuguesa, que se desenrolará no próximo dia 27 de Janeiro, será um sucesso em todas as frentes.
Até lá, camarigos, um abraço!
.
.

8 comentários:

José Belo disse...

Garanto que é a última vez que mando "bocas" mas...a comida que têm nos pratos,e nos garfos,terá algo a ver com o nome do vosso Destacamento?

Portojo disse...

Com raras e honrosas excepções, as tabancas deste país foram (e continuam a ser) criadas pura e simplesmente para que tachos e panelas tenham alguma serventia. Arranjam-se uns subsídios que logo são desviados para meter dentro dos ditos (e das ditas) coisitas que só provocam males que o MSaúde se farta de divulgar para não serem utilizados. Ainda por cima se fazem divulgações a torto e a direito. Não está certo. Vamos ter juízo, com a vossa idade deveriam ser bons exemplos e não pact(o)uarem (?) corruptamente nessas orgias gastronómicas, onde o tacho é mais importante que o Apito Encarnado.
Tnho dito

Joaquim Mexia Alves disse...

Não, não tem oh camarigo José Belo!

O nome do destacamento não era Mato Gato!!!!

Joaquim Mexia Alves disse...

Oh camarigo Jorge Teixeira, a ideia é, com tantas "tainadas", ver se libertamos um pouco a Caixa de Pensões e a Segurança Social de tanto pensionista, por "desistência definitiva"!!!!

Bem vindo!

Vasco A.R. da Gama disse...

Quero fazer uma queixa à administração deste Blog.
O meu camarada Joseph enviou-me dois belos exemplares nórdicos, mas o Mexia cortou-lhe a parte de baixo e, envergonhadamente, mandou-me em correio privado a cara das meninas...,não as partilhando, ainda por cima, com os camaradas gulosos..( Só pensa no Cozido).

Um anónimo

Joaquim Mexia Alves disse...

É lá camarigo Vasco da Gama

Eu não cortei coisissima nenhuma aos referidos exemplares! Reenviei exactamente como o camarigo das Suécias me enviou!!!

E "ó despois" quanto à publicação aqui nesta Tabanca pensei assim:
(oh pra mim a pensar) humhumhumhum
Esta Tabanca já anda muito aligeirada em graças e graçolas, o que não é mau e até dá para rir.
Agora não vamos é transformar isto num calendário de garagem de bairro!!!!

Tu é que não gostas de cozido e por isso...queres outras "cozeduras"!!!

Já lá diziam os antigos: Rir é o melhor remédio!

Abraço camarigo para todos

José Belo disse...

Eu,que prometi,a bem dos costumes,que nao mandava mais "boucas" lá tenho que aqui voltar,por...obrigacao moral,baseada em mui esmerada educacao de base (mais basista nao haverá!)defender a...Donzela...neste caso na pessoa(salvo-seja!)do INOCENTE Camarada Mexia Alves ,um pouco,se me é permitida a divagacao extemporânea,acusado...por alguns...de representar um tipo de Censor Mor do Reino.Na minha tao inocente "provocacao" quanto ao envio das meninas encaloradas,esperava que as mesmas fossem "discretamente enviadas em envelope nao transparente" (como soi dizer-se nos meios)por via mais que particular,ao Camarada Vasco da Gama.O Amigo JOQUIM assim ,e muito bem ,o fez!Mas,e mais uma vez...a bem da verdade...as ditas meninas encaloradas,já seguiam censuradas...de origem.Nao me seria possível esquecer,sendo Amigo,companheiro de Colégio (e turma) de um dos Irmaos Mais Velhos do Joquim (como também eu!)ter que haver cuidados/estremosos quando se lida com geracoes muito mais jovens...logo...inocentes (segundo alguns). Espero com este demasiado curto comentário ter conseguido,de uma vez,demonstrar inocências. Um grande abraco Amigo.

sacadura disse...

Lembram-se da carta da prima, que se lia aos que não recebiam correio?
É quase a mesma coisa....

Já lhe sinto o cheiro
Cresce-me água na boca
Já não mais lugares
Que maldade tão grande

Não há cunha que o vale
Para a próxima talvez
Mas desta vez
Temos Pena, mas é só para nós!!!!!!!!!!!!

Um abraço e até manhã
Juvenal Amado