segunda-feira, 16 de junho de 2014

P509: REVISTA "KARAS" - NÚMERO EXTRA DE JUNHO



7 comentários:

JOSE CASIMIRO CARVALHO disse...

Não sou "colunável" ... Talvez Clonável, quem sabe...um dia.

Anónimo disse...

As minhas desculpas ao Director das Karas, mas tenho de elucidar o Jose Carvalho informando-o que: Eras muy lejo ...

Vasco Ferreira
C. CAÇ 4540

Anónimo disse...

Como não estive presente, mais uma vez o Miguel Pessoa através da Revista Karas, me deu a conhecer a forma como decorreu, o aniversário-convívio da "Tabanca Mãe, a Grande". Três apontamentos ressaltam: As intenções proferidas pelo Mexia Alves na Homilia, o esforço do Luis Graça, após a cirurgia em estar presente, (as melhoras são os meus votos), parabéns aos organizadores e por último, porque os "últimos são sempre os primeiros", envio os meus Pêsames à família do nosso amigo que faleceu, o António Rebelo, pelo seu eterno descanso. Um abraço Mª Arminda

joaquim disse...

Este Director da Karas é incansável!

Sempre atento, não falha um almocinho de combatentes e logo sai uma edição da Karas, a revista do combatente que se preza!

A sério Miguel, obrigado pelo teu trabalho, que traz união, amizade e alegria.

Grande abraço
Joaquim

Anónimo disse...

Obrigado ao Joaquim Mexia Alves que se refere aos "Nós e aos Outros" irmanando-os nas sua sábias palavras.

Obrigado ao Miguel Pessoa que também consegue pôr os outros à frente dele e, fruto do seu trabalho e interesse, deixar-nos um belo apontamento do que foi a festa da Tabanca Grande em Monte Real.

Mesmo cheio de dores na coluna não me podia eximir a deixar o meu comentário e os meus agradecimentos.

Que a saúde nãos nos falte e que o
"juízinho" nos acompanhe sempre.

Vasco A. R. da Gama

Carlos Esteves Vinhal disse...

Caros amigos
Não posso ficar indiferente a tal desaforo.
Publicação que se preze deve-se pautar pela verdade e isenção.
Assim, venho desmentir que o tal Carlos Vinhal seja o responsável maior por toda a organização do Encontro. Quem é ele comparado com o Joaquim Mexia Alves e com o Miguel Pessoa?
Vamos lá falar verdade e dizer sem rodeios que graças ao esforço de todos, tendo como referência a figura do fundador do Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné, se consegue estes convívios anuais que queremos se mantenham.
Aproveito para deixar aqui publicamente o meu especial agradecimento a este companheiro ímpar, chamado Miguel Pessoa, que trabalha a maior parte das vezes no anonimato e que tem já marcas indeléveis na nossa Tabanca.
Como aqui, atrevo-me a dizer.
Um enorme abraço à tertúlia da Tabanca do Centro.
Carlos Vinhal
Leça da Palmeira

Hélder Valério disse...

Pois sim senhor, aqui está mais uma belíssima foto/reportagem.

A Karas, ou seja, o Miguel Pessoa, faculta-nos um relato bastante fiel do que foi este Encontro.
E aponta pistas para o próximo!

Muito obrigado.
Hélder Sousa