segunda-feira, 11 de agosto de 2014

P527: A PROPÓSITO DE UM ANIVERSÁRIO

O AGRADECIMENTO DO MANUEL "KAMBUTA" LOPES

A título excepcional, e dada a "enorme carga" de afectos que envolve o texto de agradecimento do Manuel Lopes (Kambuta) pelas mensagens de  parabéns que recebeu de inúmeros membros da Tabanca do Centro, aqui o publicamos.

Meus amigos/as - Minha verdadeira Família Tabanca do Centro


Eu Manel, com a minha modesta educação, não posso nem devo agradecer aos meus puros sinceros e bons amigos/as só com um "obrigado e passem bem".

Amigos/as, vou-vos transmitir o que sinto e o que o meu coração e sentimento me obriga. Só sei dizer, gostava de ter um coração enorme, fazer dele um salão de bem-estar para meter dentro dele e proteger e mostrar-lhe o que sinto por eles/as à minha verdadeira Família, que são os meus verdadeiros amigos que tanto têm feito por mim sem se aperceberem, têm-nos ajudado a viver, a mim e à minha Hortense.

Vou prometer, tentar e fazer os possíveis, para voltar a ser o Manel Kambuta que, sempre fui.
Abraços


                  PALAVRAS PARA QUÊ


          O Manel diz o que sente

          Diz o que lhe manda o coração

          Os verdadeiros e sinceros amigos

          São a sua família/o seu irmão

          Desejo-lhe o melhor do mundo

          O dobro que quero para mim e para os meus

          Mais não tenho para lhe dar

          Para todos vós e para os seus.


Manuel Kambuta           

6 comentários:

Joseph disse...

"Diz o que lhe manda o coracäo"

Säo compatriotas como o Manuel que nos fazem saudades do nosso querido Portugal.
O resto........
Um grande abraco do José Belo

joaquim disse...

Manuel

Mais um abraço, que bem mereces.

Joaquim

Manuel Lopes disse...

Camarigos, abraços carregados de saudades cá do Manel Kambuta, e beijocas da «BAIXINHA».... sabem quem é na sabem? bem, na tão a ber mas eu bou deser, é a nha Hurtense, a que me dá nas orelhas cando me porto mal.
Uma só perguntita, o dia 26 de Setembro demora muito?, raio tanta falta que nos faz, a mim e à nha Hurtense....desculpem lá este meu palabreado, mas, apeteceu-me colocar um pouquito de humor, o nosso Joaquim compreende e percebe estas coisas antigas que deviam ser protegidas eu vou tentando tratar estas coisas por tu...tá bem ó na tá....TUDO DE BOM PARA TODA A FAMÍLIA TABAMCA DO CENTRO.

Hélder Valério disse...

Caros camarigos

É verdade que o "Manel" é assim um espontâneo, um 'coração na boca', genuíno.
E se ele 'sentiu necessidade' de exprimir assim os seus agradecimentos pelas felicitações que recebeu é porque isso 'lhe caiu fundo'.

Não havia necessidade, pois que ele merece, mas já que quis assim, fica feito!

Abraço
Hélder Sousa

Anónimo disse...

Um beijinho grande para os amigos Manuel e Hortense. Gostei do que escreveu e da sua simplicidade com veia poética. Muita saúde. Mª Arminda

Anónimo disse...

bonito texto o do nosso amigo Manuel Lopes Lopes grande amigalhaço onde se mostra sempre pronto para ajudar os mais necessitados, Deus vos dê mil anos de vida a.b.s e beijinhos Hortense