quinta-feira, 2 de agosto de 2018

P1046: MÁS EXPERIÊNCIAS...


VINHO DE MANGA

O meu Batalhão fez a IAO na ilha de Bolama, quando chegou à Guiné.

Não me lembro se foi nessa altura ou quando estive novamente em Bolama a fazer o curso para comandar forças africanas, que se passou a história rápida que aqui conto agora.

Um dia, numa Tabanca de Bijagós, na ilha de Bolama e junto ao mar, reparei que estavam a fazer uma qualquer beberragem com uma fruta.

Fui indagar o que era, e disseram-me que era vinho de manga, ou seja, estavam a moer e “destilar” mangas, para depois fazerem o tal “vinho de manga”, do qual já tinham algum pronto.

Com a minha curiosidade habitual quis experimentar e lá bebi uma copada daquela coisa, que era verdadeiramente horrorosa para o meu gosto.

Mas o problema maior foi que andei praticamente uma semana com dores de estômago e uma diarreia imparável!!!!

Claro que nunca mais repeti tal experiência!!!

Monte Real, Agosto de 2018
Joaquim Mexia Alves


3 comentários:

Unknown disse...

Vinho de manga!?!?!? E ainda falam dos meus Lapöes. Um grande abraco do J.Belo.

Carlos Pinheiro disse...

Vinho de palma cheguei eu a provar. Era feito de manhã e ao almoço já estava a fermentar e a azedar. Não fiquei freguês.

Hélder Valério disse...

Joaquim

Confesso que essa do "vinho de manga" (ou mango?) nunca tinha ouvido falar.
Mas, pensando bem, até não poderá ser assim tão estranho, pois, na prática, trata-se de provocar uma fermentação alcoólica de fruta.
Mas lá que deve ser estranho, isso deve.
E, claro, com a tua curiosidade e impulsividade não te coibiste de experimentar.
Dizes que tiveste dores de estômago e diarreia imparável.... bem, vê as coisas pelo lado positivo, deu para limpar a 'tripalhada'!

Abraço
Hélder Sousa