sábado, 9 de dezembro de 2017

P975: O "KAMBUTA" FAZ PROVA DE VIDA...

Apresentamos um texto que nos foi enviado pelo nosso camarigo Manuel "Kambuta" Lopes, vítima de um acidente doméstico que o atirou para o Hospital e o impediu de estar presente no nosso último convívio. 
A convalescer em casa - e no estilo que já lhe conhecemos - o Manuel não quis deixar de agradecer o apoio que os amigos lhe proporcionaram. As imagens que enviou não sofreram qualquer alteração, para preservar a genuinidade dos seus sentimentos.
MP

AGRADECIMENTO

A muito custo consegui levantar-me da minha cama para fazer a minha obrigação – tirar duas ou três fotos e escrever algumas palavras de agradecimento.

Informo os meus queridos(as) e bons amigos(as) que felizmente já me encontro deitado na minha caminha, no meu simples e modesto lar.


Tive alta do Hospital Santo André, em Leiria, onde fui bem tratado, Vim para casa para recuperar, mas tenho noção e a certeza de que o meu caso é muito complicado, mas com sangue frio e toda a minha força de vontade de viver vou certamente superar mais este difícil obstáculo.

Do fundo do meu coração quero agradecer a todos os meus queridos e bons amigos – que são a minha «PURA FAMÍLIA» - tudo o que fizeram por mim neste terrível e difícil momento da minha vida. Falando com eles ao telemóvel ou pessoalmente eu ia esquecendo o terrível sofrimento, pois eles transmitiam-me toda a força e coragem de que precisava, o que muito me ajudou.


No momento do acontecimento, um acidente doméstico que me destruiu a prótese da anca direita e todo o fémur, a partir desse momento passou pela minha cabeça o pensamento que era o meu fim, era o triste momento de ir fazer companhia à minha filhinha. Deitado no cimento, ainda tive a lucidez para com a minha boca seca de tanta dor e sofrimento, contactar pelo telemóvel o meu querido amigo Manuel Mendes, contando-lhe o sucedido.

O Manuel é um Senhor que mantém dentro de si toda a bondade; é uma força da natureza inigualável, um Homem com H grande que soube acalmar-me e transmitir à minha esposa os melhores conselhos apontando-nos o melhor caminho para sair daquela terrível situação.

O Manuel Mendes - a quem trato por “Tio Mendes” - ainda teve a amabilidade, iniciativa e sangue frio para transmitir o sucedido pelo telemóvel aos meus queridos e bons amigos Bernardino Peixoto e Miguel Pessoa. Estes amigos tiveram a gentileza de informar todos os meus queridos e bons amigos que, de imediato, tentaram (e conseguiram!) ajudar-me por todos os meios ao seu alcance – contactos por telefone, por mail, comentários no blogue, visitas no hospital, ou incluindo-me nas suas preces.


Amigos, graças a todos vós estou no mundo dos vivos, fruto de toda a força, coragem e ânimo que me transmitiram. A todos vós agradeço do fundo do meu coração. Tudo o que me fizeram até este momento não tem preço.

Como disse, estou em casa a recuperar, mas a procissão só agora saiu da igreja, ainda não entrou no adro. Sei e tenho a certeza de que tenho pela frente um longo caminho, um trilho muito sinuoso cheio de obstáculos muito delicados e perigosos; mas com as forças transmitidas por todos estes bons e queridos amigos, nomeadamente os meus camaradas combatentes do Ultramar, vou certamente conseguir ultrapassar com êxito este obstáculo.

AMIGOS, EM FRENTE QUE ATRÁS VEM GENTE!..

Manuel Kambuta dos Dembos 

6 comentários:

Ley Garcia disse...

Grande Manuel Kambuta
Trocou a G3 por uma caneta e agora esta por uma muleta (que espero não ser por muito tempo).
Mas ainda bem que não trocou o computador nem a máquina fotográfica para nos dar esta boa novidade.
Força com isso e boa recuperação. Espero vê-lo no almoço da Tabanca de janeiro.
Abraço

Hélder Valério disse...

Manuel, muito sinceramente, folgo em ter estas promissoras notícias.
Tu és um lutador e vais superar mais esta adversidade!
Força, companheiro amigo!
Boa recuperação.
Abraço
Hélder Sousa

Anónimo disse...

Amigo Manuel. Folgo muito por o saber já em casa a convalescer junto da amiga Hortense, sua incansável esposa.
Não abuse, pois já o vejo aí de pé e faça uma boa recuperação. É um homem de fé e coragem e vai superar mais esta contrariedade que vida lhe deu.
Aproveito para vos desejar um Santo e Feliz Natal, o melhor possível.
Gostei da sua reportagem.
Um Bj para ambos.
M Arminda

Anónimo disse...

Bom dia jovem Manel
Ainda bem. Grande abraço e bora aproveitar a vida.
Santo Domingo e , já agora, votos de Feliz Natal.
JERO

joaquim disse...

Um abraço Manel!

Um dia destes passo em tua casa para to dar pessoalmente.

Joaquim

Quim Vieira disse...

Caro amigo Manel quero aqui desejar-te as melhoras rápidas e que passes um Natal cheio de esperança no futuro com tudo de bom para ti e tua esposa. Força caro Amigo o pior já lá vai. Muita força e um forte abraço