segunda-feira, 17 de junho de 2013

P344: O MANUEL MAIA NA TABANCA DO CENTRO


5 comentários:

joaquim disse...

Bem vindo Manuel!

A tua verve faz cá falta!

Um abraço

Joseph Belo disse...

A Tabanca do Centro ficou ainda(!) mais rica.Um grande abraco do José Belo.

Joaquim Luís Monteiro Mendes Gomes disse...

o nosso amigo Maia é uma pérola prciosa..um viloino muito afinado...superior ao stradivário...fazem falta uma dúzia como ele...

Anónimo disse...

Amigo Manuel Maia. Já terminei o seu livro, "Guiné Terra que Aprendemos a Amar" e fiquei impressionada com a fabulosa descrição em verso.Grande é o seu talento.Veio dar um valioso contributo a esta Tabanca. Um abraço. Mª Arminda

Anónimo disse...

Este homem do Norte é demais..Que bonita mensagem. A Tabanca do Centro está mais rica. Grade abraço de Alcobaça.JERO