terça-feira, 18 de dezembro de 2012

P288: REVISTA "KARAS" DE DEZEMBRO

  











3 comentários:

Anónimo disse...

Sinceramente e "Aleixos" à parte está muito bonita a mensagem de Natal da nossa Tabanca do Centro!

Linda e luminosa a árvore de Natal a alegrar corações, mesmo os mais fracotes!

Muito boa a ideia de reunir todos os comentários a um poste que tanto êxito teve entre nós!

E assim caminhando e rindo lá vamos a caminho de mais um ano que eu desejo cheio de saúde para toda a malta!

Se tudo correr bem, teremos mais escritos e comentários até ao nosso próximo encontro, a 30 de Janeiro de 2013, para abrir o apetite ao primeiro cozido do ano!

Um obrigado especial e um abraço de parabéns pelo enorme trabalho que vai tendo ao MIGUEL PESSOA e que nos brinda com enorme qualidade.

Mais um obrigado e outro abraço ao nosso Amado Chefe, Joaquim MEXIA ALVES,pelo exemplo de homem bom e solidário que o é, em todos os momentos!

Para toda a malta da Tabanca do Centro um abrço e um agradecimento :

Obrigado por serem meus Camarigos.

Vasco A. R. da Gama

Joseph Belo disse...

Caro Joaquim. Todos os merecidos títulos que te väo sendo conferidos (e este de "Amado Chefe" está quase,quase,a concorrer com o do rapazote da Coreia do Norte),só demonstram a dificuldade de definir em curto título todo o Humanismo da tua formacäo e maneira de estar na vida.A Tabanca do Centro,convívios,todo um ambiente de sä camaradagem que tem vindo a ser criado,näo seriam os mesmos sem a tua contribuicäo.Quando,os geograficamente täo longe como eu,se sentem presentes em convívios (unicamente lidos,mas por isso näo menos compartilhados),sente-se que algo de fantástico tem sido criado em Monte Real, à volta de um grupo de antigos combatentes da Guiné. Umas Festas Felizes para Ti,Família,e todos os Amigos e Camaradas. (Importante PS/-Ao escrever "unicamente lidos,mas por isso näo menos compartilhados" obviamente o COZIDO näo está incluído.Uma coisa é ler "Cozido" e outra é...mastigar!)

joaquim disse...

Qualquer dia não chegam os lenços todos que tenho para conter a "baba" que me "escorre dos beiços vaidosos"!

Obrigado Vasco, obrigado José!

É muito fácil fazer de "chefe" desta Tabanca do Centro, porque os camarigos que a compõe e todos os que a ela se vão chegando, são camarigos por natureza, e por isso mesmo abertos à amizade à solidariedade, muito mais do que a discutir o "sexo dos anjos", que embora se discuta, não pode servir para incómdos de ninguém.

Por isso cá nos vamos preservando de dizermos mal de nós próprios, preferindo discutir com energia e respeito, para acabarmos num energico abraço de amizade.

Um grande abraço.
Joaquim Mexia Alves