segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

P186: SÓ PARA VARIAR...


7 comentários:

Carlos Pinheiro disse...

É velha mas continua porreira!

Joaquim Mexia Alves disse...

Pode ser antiga, mas fartei-me de rir sozinho!!!

Anónimo disse...

Pensei que já não havia dislexia mas afinal há...
Desde CASTRO VERDE um abraço.

Nota estou a autocaravanear e a aproveitar o frio.

UM ABRAÇO,
CMSantos

Torcat Mendonca disse...

E chi f^^ôr franga??? Dáà???

Podesssse trucar a pimenta por piri piri???

(nunca fazer xxxixi depois de muxer no piri piri, cem lavar bem as mãos e,chó depois a gaita agarrar...)
Ab T

Hélder Valério disse...

Caros amigos

É bem verdade que a história na net já tem uns tempinhos, mas isso não lhe tira a graça, até como se pode comprovar pelos 'acréscimos' que já por aqui estão.

E até, pensando bem, é capaz de ser mesmo uma boa receita!

Abraços
Hélder S.

Anónimo disse...

Ganda Miguel
Nova ou velha só sei que me fartei de rir. Arranquei um dente e estou a tomar um antibiótico. Quando acabar o tratamento vou comprar uma garrafa de whisky de 20 anos. Quanto ao frango compro fora para que não"gaia no jão" durante o assssadoo.
Ficamos a dever-te mais uma. Rir é do melhor que há pró fígado!
Um abraço de Alcobaça(onde,por acaso, se faz um excelente "frango na púcara"...mas sem whsky).O que é uma falha grave.Vou reencaminhar esta receita para os restaurantes da região.
JERO

Anónimo disse...

Grande Miguel, à medida que ia lendo a velha receita, cuidei que os efeitos da anestesia tinham atacado de novo, mas...não!Era o o whisky a atacar o cozinheiro.
Aproveito a oportunidade para desejar as melhoras ao Jero, coitadinho, arrancou um dentinho,e lembrar-lhe que não se esqueça de levar a de vinte anos para o próximo almoço.
Um abraço para todos e cuidado com o piri piri no...carnaval!
Vasco A. R. da Gama