sábado, 6 de abril de 2013

P320: O RÉGULO DA TABANCA FAZ HOJE ANOS...


10 comentários:

Anónimo disse...

Vasco Gama De Buarcos, cheio de sol, segue camarigo abraço para o nosso Amado Chefe. Parabéns Joaquim

António Martins Matos disse...

Muitos Parabéns e um dia cheio de "miminhos", na companhia da família e amigos.
AMM

zé manel cancela disse...

Grande abraço de parabéns,que contes muitos mais,com muita saúde

Juvenal Amado disse...

Muitos parabéns muitos anos de vida na companhia dos teus familiares e amigos.

Um abraço

Anónimo disse...

Caro Joaquim Mexia

Felicitações pela passagem de mais um aniversário, um dia muito positivo na companhia de quem mais prezas e gostas
Um abraço de parabéns!
Aproveito para mandar um abraço para toda a malta da Tabanca do Centro.

Manuel Marinho

Ley Garcia disse...

Boa tarde grande Chefe. Parabéns!
Que este seja um dia cheio de alegria e boa disposição, passado na companhia das pessoas de quem mais gosta.
Um grande abraço
Ley Garcia

José Marcelino Martins disse...

Como não havia espaço no "papiro" publicado, no post, para colocar assinatura, subscrevo neste espaço.
Abraço

Hélder Valério disse...

Apesar de já ter sido 'parabenizado' em outros 'vários locais' nunca é demais voltar a fazê-lo já que o nosso "amado chefe" é mesmo grande!

Portanto, aqui ficam os meus parabéns e os votos de felicidades.

Abraços
Hélder Sousa

joseph belo disse...

Um grande abraco de PARABÉNS.Ou como se diz por estas terras bárbaras....."Hjärtliga gratulationer"! José Belo

joaquim disse...

Amado Chefe!

O que começou com uma graça, tornou-se “viral” como agora dizem!

Mesmo sendo uma graça eu penso em quantos comandantes, quantos chefes, quantos governantes, gostariam de ser apelidados de “amado”??? eheheh

Eu não sei se o chefe é amado, mas sei que o chefe ama os que à volta da Tabanca do Centro se reúnem.

Nesta altura alguns já devem estar a pensar: que raio de conversa tão “amaricada”!!!

Pois, mas eu, que nunca tive medo das palavras, cada vez tenho menos e por isso, meus amigos, para mim a amizade sempre envolveu amor, senão não é amizade!

E agora partia à desfilada pela escrita explicando, ou tentando explicar que os gregos, por exemplo, tinham várias palavras para definirem o amor, desde o “eros”, ao “storge”, “philos”, “ágape”!

Mas não o vou fazer porque aqui não cabe tal dissertação.

Digo-vos antes, muito obrigado!

Obrigado de coração!

Que cada um de vós saiba que vos conto entre aqueles com quem conto!

Um abraço grande, forte, amigo do
Joaquim Mexia Alves

Vulgo: “Amado Chefe”!!!!