sexta-feira, 22 de junho de 2012

P240: UMA INFAUSTA NOTÍCIA

.
.





Ontem, (dia de alegria pela nossa vitória no futebol), logo a seguir ao jogo, telefonou-me o Miguel Pessoa, dizendo que estava no hospital, pois tinha caído com alguma violência e fracturado o ombro, exactamente o mesmo da história por ele já aqui contada.

O Miguel é daquelas pessoas que nos habituamos a ter sempre presente, e que nos faz uma falta imensa, não só por todo o seu trabalho em prol dos outros, em equipa, mas sobretudo e principalmente pela sua amizade pura, “desinteresseira” e sempre empenhada.

Há uns tempos e na preparação de um dos encontros da Tabanca do Centro, disse-lhe que, por diversos motivos, poderia não estar presente.
Respondeu-me que assim não podia ser, pois que sem mim, não era a mesma coisa!

Levei-o à conta da amizade, mas hoje, com toda a sinceridade, tenho que admitir que sem a presença do Miguel, o nosso encontro de dia 27 não será, de modo nenhum, a mesma coisa.

Faz-nos falta o seu humor, a sua amizade, e muito, muito, a sua presença discreta, mas sempre atenta, não deixando passar os pormenores, para que tudo corra bem.

E o que dizer da Karas, e das reportagens fotográficas, que ainda mal me sentei ao computador, vindo do encontro, e já o Miguel me está a enviar todo esse trabalho, que faz com um gosto e uma alegria, que julgo todos percebem.

O Miguel, homem “habituado” a “cair” dos aviões, vai muito rapidamente ultrapassar este infeliz infortúnio, embora este tipo de fracturas, seja de cura demorada.

Toda a Tabanca do Centro, sem excepção, está à volta do Miguel a desejar-lhe rápidas melhoras e a dizer-lhe que, tudo o que precisar, é só dizer.



E, claro, Giselda, conta connosco para o que precisares.

E os camarigos vão ter que ter paciência, mas a reportagem do próximo encontro, será sem dúvida muito mais pobre, sem o trabalho do Miguel.

Um grande e amigo abraço, Miguel, de toda a Tabanca do Centro



Nota:
Dado o acontecido, e perante a mais que certa hipótese de o Miguel não pode estar connosco no dia 27, “nomeio superiormente” como fotografo oficial do 20º Encontro da Tabanca do Centro o Jero, e como cronista oficial do mesmo Encontro o Vasco da Gama.
Determino e mando publicar!
.
.

34 comentários:

Hélder Valério disse...

Caro amigos, que raio de notícia!

Francamente, Miguel, vê lá se recuperas bem e depressa. Já sabes que a recuperação agora vai doer um bocadinho mas depois passa.

À séria: faço votos para que te restabeleças rapidamente e sem sequelas.

Um grande abraço (com jeitinho, claro!)

Hélder Sousa

Juvenal Amado disse...

Miguel

Que chatice francamente.

Lamento primeiro pela tua saude e posteriormente pela falta que fazes no nosso convívio.
Faço votos de rápidas melhoras para que o teu regresso às lides tabanqueiras seja efectivo.

Um abraço para ti e para Giselda.

Juvenal Amado

Carlos Pinheiro disse...

Nestas alturas, só o tempo pode dar as curas. De qualquer forma, as palavras de amizade também ajudam a que o tempo possa parecer que passa mais depressa. Por isso, daqui de Torres Novas desejo ao Miguel uma boa e rápida recuperação e essa coisa dos abrações têm que ser dados com muito cuidado.Que tudo corra bem e depressa como ele merece. Assim esperamos e assim será.
O tal abraço cuidadoso.
Carlos Pinheiro

JOSE CARVALHO disse...

Ex Mero Motu...CÁ ESTAREI
TEU AMIGO DE SEMPRE E PARA SEMPRE
JOSÉ CARVALHO

Ley Garcia disse...

Boa tarde
Eu já nem costumo dizer nada pois raramente consigo ir a estes convívios à volta do delicioso cozido por, normalmente, estar em Lisboa às 4ª fª.
Mas aqui estou presente para dar um abraço (com muito cuidado) ao Miguel e desejar-lhe uma rápida recuperação.
Um abraço
Ley Garcia

J.B. disse...

Numa bem má altura da minha vida particular,fiquei francamente preocupado com o curto E-mail do Joaquim.Foram uns curtos-longos minutos em que esperei o pior.Felizmente que, (apesar de as quedas nas nossas idades já "Bíblicas" näo ser brincadeira)o Míguel já está habituado a "quedas" bem maiores.OK!OK! Com a pequena diferenca do...para-quedas!Como felizmente tem uma Companheira que já uma vez lhe "deu a mäo" na Guiné será de esperar que a recuperacäo seja rápida.Tanto na Suécia como na Flórida os teus alegres E-mails fazem falta. Um grande abraco Meu Coronel!

Anónimo disse...

Abri agora o correio e vi a má noticia sobre o nosso amigo Miguel. De imediato falei à Giselda e também com ele. Estão no HM de Santa Maria e aguardam o veredito,(hipótese de operação). Lastimo profundamente por ele, o sucedido. Não há dúvida que nos faz a todos falta a sua prestimosa colaboração, mas muito mais a presença e sã convivência. Ao amigo e meu colega "Gero", que também é um bom escritor e fotógrafo, desejo que nos vá mantendo visualmente informados. Por azar do Miguel este será o último antes de férias, mas no próximo se Deus também ajudar, ele irá nem que seja de braço ao peito e de pendura. Desejo a todos um bom convívio, boas férias e corrente positiva para o nosso estimado Miguel. Mª Arminda

Tabanca do Centro disse...

Comentário deixado na página do Facebook.

Mario Bravo comentou a tua publicação.

Mario escreveu: "Desejo as rápidas melhoras a este Camarigo Ilustre. Coragem Miguel Pessoa !"

Jorge Narciso disse...

Que mais desejar senão uma "supersónica" recuperação.
Com um grande e solidário abraço extensivo à Giselda
Jorge Narciso

Carlos Santos disse...

Para o camarigo Miguel Pessoa votos de uma rápida recuperação desse acidente " chato", e um breve regresso ao nosso convívio.Um abraço "cuidadoso" de melhoras do Carlos Santos.

Manuel Reis disse...

Caro Amigo Miguel:

Não contava com uma notícia destas, esperava encontrar-te no convívio da Tabanca do Centro, mas a vida é feita de momentos bons e outros menos bons.

Mas tu, combatente de rija têmpera, facilmente recuperarás, tendo a teu lado a Giselda e, de fora, todos os camarigos a torcerem por ti.

Tudo irá correr bem, assim o desejo. E no próximo convívio, em Setembro, estarás na nossa companhia.

Uma rápida recuperação e um grande abraço.

Manuel Reis

Anónimo disse...

Camaradas,
A realidade não é conforme a estória contada que, naturalmente, encheu-me de preocupação:
Acabei de falar com o grandioso tabanqueiro, e, depois de muito espremido diálogo, fiquei a saber que o Miguel iniciou uma dieta, com vista à recuperação da sua imagem juvenil, comparável à dos galãs do cinema mudo. Assim, deparava-se-lhe um problema na prossecução do elegante objectivo, a participação no próximo almoça de cozido. Pensada e repensada a questão, o Miguel não encontrava razão substantiva para faltar, pois os laços e o estômago reclamavam presença, enquanto as obrigações da dieta impunham a rotura com os hábitos. Pesados os prós e os contras, o Miguel não foi de modas, decidiu-se por mais um trambulhão, exercício a que já se aventura estribado na experiência.
Acabai de falar com ele, e alimento a esperança de que o atrevido aviador possa comparecer no cozido, razão suplementar para que eu não falte, com muito desgosto da tertúlia de Tires a que pertenço.
Saúde para todos, e muito cuidadinho...
Abraços
JD

José Marcelino Martins disse...

Miguel

Espero que a recuperação seja breve.
Como estou na zona de accção do "Santa Maria", se precisarem da minha colaboração, disponham.

Um beijo para a Giselda e "outro" para ti, já que não podes receber abraços.

Anónimo disse...

Ora bolas,

Então quando eu hoje me preparava para fazer a minha inscrição e de mais 3 pessoas é que tenho esta notícia?

Espero que o Miguel recupere depressa mas, antes da sua total recuperação contamos com ele no almoço, a Giselda também conduz e se for necessário vou eu a Lisboa para os trazer.

Para o nosso Régulo o pedido para colocar mais 4 pratos, José António e Leonor Griff e Belarmino e Antonieta Sardinha.

Um abraço a todos e até dia 27.

Anónimo disse...

Caro amigo Miguel

Bom dia

Só agora leio a notícia sobre o que te aconteceu, e assim venho desejar-te que recuperes bem, e que estou ao dispor para te apoiar no que for preciso, seja a que horas for.

Um grande abraço

António Fernando Marques

Anónimo disse...

Só beijinhos e abraços
Do pessoal da Tabanca
Vaidoso como ele é
Inda vai partir uma anca!

Comandante da Frelibu

Anónimo disse...

Longe vá o agouro
Do sacana da Frelibu
Quando chegar a Buarcos
Dou-lhe um pontapé no cu!

Põe-te bom, grande Miguel
Que isto sem ti não tem graça
Anda tudo mais tristonho
Que o mosteiro de Alcobaça

Vou pedir ao S.João
Santo de grande esperteza
E se apareceres no cozido
É milagre de certeza!

Vasco A. R. DA Gama

Anónimo disse...

Coragem, Miguel amigo
Meu Amigo de raiz
Se não estás condenado
A ler o Jota Diniz

Almirante Vermelho

J.B. disse...

Bom,e para maior alegria,o Almirante Vermelho também...já "pia"!

Anónimo disse...

Falei com o Miguel e pareceu-me animado e “bem disposto”, não sei se por ser um veterano e ter novas para contar ou se por ter ficado com o braço esquerdo sem obras.

Ao contrário do país parece já ter descoberto o “culpado” ou por outras palavras o mentor para a sua nova história. Lamenta, contudo, que o gato não tenha tido tempo suficiente para aprender e poder substituí-lo nas escritas no blogue.

Vamos mesmo ter que esperar mais algum tempo para termos os novos desenvolvimentos deste episódio.

Um abraço,
BS

antonio graça de abreu disse...

Infausta notícia?
Até me assustei.

Depois lembrei-me da Luísinha Carneiro do conto do Eça de Queirós.
A mulher "desmanchou um pé" e foi o alvoroço completo entre os amigos, com olhos apenas na Luisinha, no meio de tantas desgraças entre as gentes do mundo.
Mas o Miguel é um dos excelentes nossos.
Por isso, desejo que sejas bem recauchutado e regresses imparável
a voar entre nós.

Abraço,

António Graça de Abreu

Anónimo disse...

Qm terá sido o sacana
Que telefonou pró hospital
A perguntar ao Miguel
O resultado do futsal?

Foi o Fausto ou o Infausto
Que ao Miguel telefonou?
Seria lagarto perdido
Ou lampião que ganhou!

Fosse quem fosse o maroto
É preciso atrevimento
Chatear o nosso piloto
Qúinda está em tratamento

Esta Tabanca do Centro
Anda sem rei nem roque
Quando eu tomar o poder
Vai tudo a caixa de toque

Fausto Faustoso DA

(dilecto primo de Sua Senhoria DA)

Anónimo disse...

Só agora tomei conhecimento do acidente do Miguel e já estou a sentir a falta que ele nos faz.É como ligar a televisão e estar a passar noticias de o Ronaldo se ter lesionado,PORTUGAL gelava.O mais importante, depois de uma queda é conseguir levantar-se,isso,tenho a certeza ser conseguido,com ajuda de uma mulher forte como a Giselda."Força camarigo Miguel",estamos todos a torcer por ti,se for preciso um empurraozinho, nós damos (mas com meiguice para não estragar mais).
O desejo de rápidas melhoras (sem abraço).
Vítor Caseiro

Senhor de Morais disse...

Já tínhamos três delirantes
Junta-se agora mais um
Nascem a todos os instantes
São tantos e afinal apenas um!

Esta Tabanca do Centro
Está muito bem comandada
Aqui ninguém toma o poder,
Nem à força da estalada!

Ora era o que mais faltava,
Vir agora um arrivista
Pôr-se em bicos dos pés
Apenas para dar nas vistas.

T’arrenego ó Faustoso
“A mais” o teu primo e tio
Acalma o teu nervoso
Senão ainda te corto o pio!

Senhor de Morais

(Em defesa do Amado Chefe)

Anónimo disse...

Calma calma meus amigos
Não andem à ... porrada
Já passámos demasiados perigos
P´ra agora andarmos à estalada.

Portem-se bem se fazem favor
O tu, o tu, o tu, o tu e o tu.
Ainda podem levar um louvor
Mais certo será um pontapé no ...

Eu

Anónimo disse...

Só eu não conheço ninguém
Sossegado no meu canto
Mas adivinho tempestade
Que vai acabar em pranto

Delirantes já são quatro
Sem contar com o DE Morais
Vamos lá ter juizinho
Qu'isto assim, já é demais.

O tal de Amado Chefe
Julga-se muito seguro
Mas nas próximas eleições
Vai ter um osso bem duro

A Excelência não se mostra
E envia o seu capanga
Mas nós e mais D. Faustoso
Vamos mas é pô-lo de tanga

Vai levar um banho tal
Na ausência do director
Que terá de pedir perdão
Em nome do delator

Então seremos livres
Não haverá mais mandante
Todos lerão apenas
O nosso jornal- "O Tratante"

Jornal de fino recorte
Que vem acabar com "A KARA"
Com artigos importantes
E impresso em mármore Carrara

Também t'arrenego DE Morais
Palavra de D. Faustoso
Já tenho entre os demais
Um durão que é Barroso

D. Frutuso de Mao e Ista
(descendente dos fundadores de Buarcos, Quiaios e CovaGala)

D. Joaquim de Moraes e Monte de Real disse...

Assina de Mao e Ista
A triste personalidade
O que precisa é de alpista
P’ra alimentar a vaidade.

O pobre coitado julga
Que alguém lhe dá importância
Ainda acaba por levar
Na cara com uma “melância”!

Quais eleições, qual carapuça
Isto não é uma democracia
Quem manda é o Amado Chefe
E o resto é poesia!

Logo vi que o jornaleco
Só podia ser “Tratante”
Papel para limpar o ...
Ali à mão, num instante!

Durão e de Barroso
É triste e coisa vã
Não será aparentado
Com uma vaca barrosã?

Pobre homem tão coitado
Que com tantas divisões
Ainda acaba sem saber
Onde tem os seus ... tostões!

Ó Frutuoso vai-te catar
Que tenho mais que fazer
Ao nosso Amado Chefe
Ninguém o há-de vencer!


D. Joaquim de Moraes e Monte de Real

(Descendente dos fundadores da Póvoa de Monreal e Terras do Ulmar)

Anónimo disse...

D. Faustoso Frutuoso, diz:

Eleições vai haver
Quer aqui fazer uma aposta?
Já sei que o meu desafio
Vai ficar sem uma resposta

Prepare a sua lista
que eu apresento a minha
E vai ver que em três tempos
Lhe faço a sua caminha

Da Póvoa diz-se natural
Será da Póvoa de Varzim?
Para o tal Amado Chefe
Segue apenas um patim

Pois se um par lhe enviasse
Por certo se estamparia
E com aquela altura toda
Só parava na Curia

Trate-me com mais respeito
Seu ditador já com traça
Olhe que D. Frutuoso
Também conquistou Alcobaça.

Se não crê em tal notícia
Pergunte a D. Adalberto
Filho de Dona Urraca
E do primo Dagoberto

Termino com um conselho
Da minha tia Beatriz:
Meter-se com D. Frutuoso
È meter-se com o Mestre d'Aviz

Comam lá o cozidinho
Que mais não sabem fazer
Portem-se com juizinho
E no fim vão lá correr!


D. Faustoso Frutuso de Mao y Istta( Dilecto descendente dos fundadores dos reino de Buarcos, Quiaios e CovaGala, Conde de S. Julião, Visconde de Vila Verde y Marquês do Alqueidão!
Autor, escritor, poeta, intelectual à terça-feira,teatrólogo à sexta, comedor de cozido à quarta e Bom dançarino de Valsa).

D. Joaquim de Moraes e Monte de Real disse...

Pobre homem tão baralhado
Mete pena, até dá dó
Fala como se fosse muita gente
E afinal é apenas um só!

Julga que pode convocar
O povo a eleições
Julga que pode mandar
Pobre homem, é só ilusões!

Para falar em Amado Chefe
Dobre o seu joelho alcoviteiro
Para falar em tal nome
É preciso ser cavalheiro.

Coitado mistura tudo,
Desde Varzim a Alcobaça
Nem sequer sabe onde mora
Tem o cérebro de uma traça!

Vai depois buscar á história
Que ele não sabe nem conhece
Personagens de antanho
Que coitado não merece.

Fala, espantem-se então
No Senhor Mestre d’Aviz
Este pobre toleirão
Que mete o dedo no nariz!

Tome lá muito cuidado
E vá-se mas é tratar
Amanhã é internado
Para o poderem trepanar!

O cérebro já é bem pouco
Mas depois de trepanado
Não será mais do que um louco
Um triste e só, abandonado!

Venha lá ó criatura,
Mas muito humildemente
Dar-lhe-emos uma côdea dura
E pode comer com a gente!

D. Joaquim de Moraes e Monte de Real

(Cavaleiro do Reino, d’Aquém e d’Além Mar, Senhor de toda a Costa, dos Minhos aos Algarves, e como tal, detentor das terras de Buarcos, Quiaios e CovaGala, onde por sua mercê e reconhecida bondade, deixa tal Frutuoso viver!)

Anónimo disse...

Cheguei na minha caravela proveniente de Mata Ratos e face ao grande alarido que enchia Buarcos e as suas ruas, perguntei o que se passava!
Inicialmente cuidei até que aquela alegria toda fosse em minha honra, pois como sabem, O ALMIRANTE VERMELHO, já foi referência heróica para aquelas gentes, mas não...hoje recebe-se um Almirante como se de um fachineiro se tratasse!
Elucidado pelos simplórios, logo me deparei com este arrazoado tabanqueiro, pelo que decidi intervir:

Alto já e pára o baile
Ao menos haja respeito
O nosso querido Miguel
Inda está de "ombro ao peito"

O berro foi de tal ordem
O grito parecia um trovão
Toda a Tabanca se calou
Até a do Luso-Lapão

Não há pio nem meio pio
Não há mé nem meio mé
Na próxima quarta-feira
Está proibido o café

Se continuarem assim
Neste tom de desatino
Ponho-vos todos em sentido
Obrigo-vos a cantar o hino!

ALMIRANTE VERMELHO

Amado Chefe disse...

Então mas que é isto, meus Senhores?

Que discussão vem a ser esta?

Não pode um homem descansar do seu comando que logo se põem a versejar atirando-se uns aos outros!!!

Ora bem, vamos lá ter tino, que já têm muito boa idade para isso!

Pois sim, tá bem, pois então
Era o que mais faltava
Um Vermelho Almirante
A julgar que nos calava!

Aqui nesta Tabanca do Centro
Onde o povo ri e geme
Manda o Amado Chefe,
E ainda o homem do leme!

Para que não haja confusões
Homem do leme e de fama
Aqui fica o seu nome
Almirante Vasco da Gama.

E como por terras e mares
Se demanda a Lisboa
Aqui na Tabanca os ares
Estão ao mando do Miguel Pessoa.

E temos as letras e artes,
Isto não é o posso e quero,
Pois para além de muitos mais
Esse é o pelouro do Jero.

Todos mandam, minha gente,
Com voz forte e olhar temido,
Que o que nos une felizmente
É um prato de cozido!

E para além deste há mais
Que se diga terra a terra,
Unem-nos os anais
De quem andou pela guerra.

Assim destemidos e corajosos
Um pouco a cair da tripeça
Unamo-nos todos ditosos
À volta de uma travessa!


Amado Chefe

Anónimo disse...

Viva o nosso Amado Chefe
Que é um régulo sem rival
Viva a Tabanca do Centro
Unida no bem e no mal

( Engraxador-mor do reino de Buarcos )

Anónimo disse...

Cum caraças...estou sem palavras. O que trambolhão do Miguel despoletou !? Também já telefonei ao nosso Coronel que me pareceu psicologicamente bem.Agora há que dar tempo...ao tempo, que é sempre o melhor remédio. Mas que a próxima 4ª.feira não vai ser igual...não vai.As melhores do Miguel é o que desejo,como todos os seus amigos.E até breve.JERO
PS- De acordo com a nomeação do nosso Amado Chefe "tentarei" ser fotógrafo no dia 27.

Anónimo disse...

Camaradas e amigos:
Estando algures em "parte incerta", AUTOCARAVANEANDO, só hoje tive conhecimento do que aconteceu ao MIGUEL.

Um abraço de rápidas melhoras, para ele e um Beijo para a Giselda.

CMS e Teresa Marques
De COIMBRA até Mansambo.